Laboratório de Higrometria integra projeto “Metrologia para Meteorologia”



Laboratório de Higrometria integra projeto “Metrologia para Meteorologia”

Metrologia e Meteorologia são campos bem diferentes, apesar da semelhança entre os nomes. No entanto, um projeto apoiado pelo PTB, órgão congênere ao Inmetro na Alemanha, visa utilizar os conhecimentos metrológicos para garantir dados confiáveis sobre variáveis meteorológicas e climatológicas, que são respaldadas pelo Sistema Internacional de Unidades (SI).

Chamado “Metrologia para Meteorologia”, o projeto integra oito países americanos (Argentina, Brasil, Costa Rica, El Salvador, México, Panamá, Peru e Uruguai), cada um deles representado por seu Instituto Nacional de Metrologia e por um organismo ligado à área de meteorologia. No Inmetro, as atividades são conduzidas pelo chefe do Laboratório de Higrometria da Divisão de Metrologia Química e Térmica (Dimqt/Lahig), Júlio Brionizio.

O objetivo é garantir a qualidade dos dados de medição no campo da biodiversidade e das mudanças climáticas, a fim de proporcionar às partes envolvidas e aos tomadores de decisão uma base confiável para estabelecer políticas efetivas, compreender os processos e fazer previsões úteis. “Este projeto regional contribui para aumentar a confiança nos resultados das medidas aplicadas às ciências da meteorologia e da climatologia. Além disso, estabelece procedimentos que aumentam a qualidade metrológica dos dados, que incluem fornecer informações aos usuários sobre rastreabilidade e incerteza dos dados utilizados”, explicou Brionizio.

No escopo do projeto, o chefe do Lahig ministrou, em junho do ano passado, no Panamá, um treinamento sobre medição de umidade para representantes dos institutos participantes. Foram abordados tópicos como termos e definições de umidade; psicrometria; métodos de medição; métodos de geração; calibração de higrômetros; incerteza de medição; e recomendações práticas nas medições de umidade. Segundo Júlio Brionizio, foi traçado um paralelo entre documentos da área metrológica e o Guia para Instrumentos Meteorológicos e Métodos de Observação (Guia nº8), da Organização Meteorológica Mundial.

O projeto também foi um dos assuntos discutidos durante a reunião do Grupo de Trabalho em Termometria (MWG3) do Sistema Interamericano de Metrologia (SIM), que aconteceu entre 8 e 10 de outubro, no México. “A participação nas reuniões do Grupo de Trabalho em Termometria do SIM é fundamental, pois é de vital importância que a área de termometria tenha conhecimento dos recentes avanços científicos e atividades técnicas que se encontram em andamento no continente americano referentes às medições de temperatura e umidade”, afirmou Júlio Brionizio, cuja participação no evento foi financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio do projeto “Fortalecimiento de los Institutos Nacionales de Metrología em el Hemisferio, en Respaldo de las Tecnologías Emergentes”.

Outras realizações

Também em parceria com o PTB, Brionizio conduziu, em setembro, na Bolívia, um treinamento em higrometria para 12 metrologistas do Instituto Boliviano de Metrologia. A capacitação, de 24 horas, mesclou conteúdo teórico com uma parte prática, durante a qual foram discutidos e realizados os procedimentos de calibração de higrômetros.

Em fevereiro do ano passado, foi concluída a comparação interlaboratorial em umidade relativa, na qual o Lahig atuou como coordenador e como Laboratório de Referência em umidade relativa para oito INMs da América Latina. De acordo com o chefe do Laboratório, os resultados foram bastantes satisfatórios. “Dos oitos INMs participantes, seis apresentaram medições compatíveis com as do Lahig em todos os pontos de comparação; um apresentou medição incompatível em um único ponto de comparação; e um apresentou medições incompatíveis em dois pontos de comparação”, relatou. Os resultados foram apresentados durante o “Workshop de Encerramento da Comparação Interlaboratorial em Umidade Relativa”, coordenado por Brionizio, que aconteceu entre 28 e 30 de novembro, em Montevidéu (Uruguai), e contou com a presença de dois peritos do PTB e de representantes dos INMs participantes da comparação.

(Fonte: http://www.inmetro.gov.br/noticias/verNoticia.asp?seq_noticia=4440)

 





EXCELMETRO:  Av. Celina Ferreira Ottoni, 5205 - Padre Vítor - Varginha|MG - CEP: 37048-395 - TELEFONE: (35) 2106-2700 - comercial@excelmetro.com.br
Copyright 2017 EXCELMETRO. Todos os Direitos Reservados   |   Desenvolvimento: Sakey